As vendedoras de prazer!

Joãozinho está dentro do carro do seu pai, quando avista duas prostitutas na rua:

– Pai, quem são aquelas senhoras?
O pai meio embaraçado, responde:
– Não interessa filho… Olha antes para esta loja… Já viste os portáteis que ali estão?
– Sim, sim, já vi. Mas… quem são as senhoras e o que é que estão fazendo ali paradas?
– São… são… São senhoras que vendem na rua.
– Ah, sim?! Mas vendem o quê? – Pergunta admirado o garoto.
– Vendem… vendem… Sei lá… Vendem um pouco de prazer.
O garoto começa a refletir sobre o que o pai lhe disse, e quando chega em casa, abre o mealheiro com a intenção de ir comprar prazer àquelas senhoras.
Estava com sorte! Podia comprar 50 euros de prazer!
No dia seguinte, abeira-se de uma prostituta e pergunta-lhe:
– Desculpe, minha senhora, mas pode-me vender 50 euros de prazer, por favor?
A mulher fica admirada, e por momentos não sabe o que dizer, mas como a vida está difícil, aceita. Porém, como não poderia agir de forma normal com o garotinho, leva-o para casa dela e prepara-lhe seis pequenas tortas bem gostosas, de morango e chocolate.
Já era tarde quando o rapaz chega a casa.
O seu pai, preocupado pela demora do filho, perguntou-lhe onde tinha estado e o garoto respondeu-lhe:
– Fui ver uma das senhoras que nós vimos ontem, para lhe comprar um pouco de prazer!
O pai fica amarelo:
– E… e então… como é que se passou?
– Bom, as quatro primeiras não tive dificuldade em comer, a quinta levei quase uma hora e a sexta foi com muito sacrifício. Tive quase que empurrar para dentro com o dedo, mas consegui comê-la mesmo assim. Ao final, estava todo lambuzado, pinguei o chão, e a senhora convidou-me a para voltar amanhã, mas para ser sincero, só tive prazer nas três primeiras; só comi as outras para mostrar que sou homem!… Posso ir amanhã, novamente, pai?
O pai desmaiou !!!

Tipos de corno!

CORNO DESCONFIADO

Um sujeito chega a casa, abre a porta e encontra a mulher de rabo pró ar a limpar o chão… e ela está vestida apenas com um avental!

O traseiro nu e balançado deixa-o excitado e ele nem hesita: baixa as calças e pimba ali mesmo!

De seguida, dá uma surra na mulher.

Ela fica revoltada:

– Estás maluco ou quê? Deixo-te comer sem dizer nada e ainda me bates?

Posso saber ao menos porquê?

Ele olha-a com ar zangado e responde:

– Nem te viraste para ver quem era!

—————————————

CORNO INGÉNUO

Ao chegar mais cedo a casa, o marido encontrou a mulher na cama, nua e ofegante.

– O que foi, querida? Não estás bem?

– É um ataque do coração!

Ao ouvir isso, o marido correu feito louco ao telefone para chamar a ambulância.

Enquanto tentava ligar, o filho chegou perto e disse:

-Pai, está um homem nu na casa de banho.

Ele foi até lá, abriu a porta e deu de cara com o melhor amigo!

Ficou indignado:

– Pelo amor de Deus, Ricardo. A Fátima a ter um enfarte e tu aí em pelota a assustar as crianças!

—————————————

CORNO PRAGMÁTICO

Ele chega de surpresa e encontra a mulher na cama com outro!

O marido nem quis saber de nada, sacou logo do revólver.

– Por amor de Deus! – Interrompeu a mulher. –

Então não sabes quem pagou aquela dívida do banco? E o apartamento na praia? E o carro novo?

-Por acaso foi você? – Perguntou o marido dirigindo-se ao outro.

-Fui eu mesmo! – Concordou o amante.

-Então, faca o favor de se tapar, que eu não quero ninguém constipado na minha cama!

—————————————-

CORNO INVISÍVEL

Ele chega mais cedo do trabalho e encontra a mulher na cama com o seu melhor amigo:

– Sandra! Ricardo! Como foram capazes de me fazer uma coisa dessas?

Tu, Sandra, a quem sempre fui fiel durante todos estes anos.

E tu, Ricardo, a quem ajudei nos momentos mais difíceis e…

VOCÊS NÃO SE IMPORTAM DE PARAR E

PRESTAR ATENÇÃO AO QUE ESTOU A DIZER??

Ofertas do governo!

a) Vais ter relações sexuais? O governo dá um preservativo.

b) Já tiveste? O governo dá a pílula do dia seguinte.

c) Engravidaste? O governo dá o aborto.

d) Tiveste um filho? O governo dá o abono de família.

e) Estás desempregado? O governo dá o subsidio de desemprego.

f) És viciado e não gostas de trabalhar? O governo dá o rendimento mínimo garantido.

g) Fizeste cábulas e não completaste o 2º ou o 3º ciclo? O governo dá-to em 3 meses nas Novas Oportunidades.

Agora, experimenta estudar, trabalhar, produzir e andar na linha para ver o que te acontece! O governo dá-te uma bolsa de impostos para pagar as alíneas anteriores!

Pensamentos do dia!

As calorias
são pequenos animais que moram nos roupeiros e que durante a noite apertam a roupa das pessoas.

Os problemas do nosso país são essencialmente agrícolas: excesso de nabos; falta de tomates e muito grelo abandonado.

O trabalho fascina-me tanto que às vezes, fico parada a olhar para ele.

O Casamento
é um relacionamento a dois, no qual uma das pessoas está sempre certa e a outra é o marido.

A mulher
está sempre ao lado do homem, para o que der e vier; Já o homem, está sempre ao lado da mulher que vier e der.
Se fores chata as tuas amigas, perdoam;
Se fores agressiva as tuas amigas, perdoam;
Se fores egoísta as tuas amigas, perdoam;
Agora experimenta ser magra e linda!
Tás f…!

O amor
é como a gripe, apanha-se na rua, resolve-se na cama!

A falta de sexo

provoca amnésia e outras merdas que agora não me lembro…

Portugal
é um país geométrico: é rectangular e tem problemas bicudos discutidos em mesas redondas, por bestas quadradas!
A diferença entre Portugal e a República Checa
é que esta tem o governo em Praga e Portugal tem a praga no governo.

Não procures o príncipe encantado.
Procura, antes, o lobo mau: ouve-te melhor; vê-te melhor e ainda te come.

Toda a gente se queixa
de assédio sexual no local de trabalho. Ou isto começa a ser verdade  ou então despeço-me!!!

A mulher do amigo
é como a bota da tropa; também marcha!

O cérebro
é um órgão maravilhoso. Começa a trabalhar logo que acordamos e só pára quando chegamos ao serviço.

O teu computador
é como uma carroça: tem sempre um burro à frente!!!

Os trabalhadores mais incapazes são sistematicamente promovidos para o lugar onde possam causar menos danos: a chefia.

Qual a diferença entre uma dissolução e uma solução?
Uma dissolução seria meter um político num tanque de ácido para que se dissolva. Uma solução seria metê-los a todos.

Chocolate não engorda, quem engorda é você.

O sexo no casamento!

1 – CARTA PARA A MINHA QUERIDA ESPOSA:

Durante este ano que se passou, eu tentei fazer amor contigo 365 vezes. Fui bem sucedido 36 vezes, o que dá uma média de 1 vez em cada 10 dias. Segue-se uma lista das razões pelas quais não fui bem sucedido:

54 vezes – a cama estava feita de lavado,

17 vezes – era muito tarde,

49 vezes – sentias-te muito cansada,

20 vezes – estava muito calor,

15 vezes – quiseste dormir,

22 vezes – tinhas dores de cabeça,

17 vezes – receavas acordar o bébé,

16 vezes – estavas demasiado dorida,

12 vezes – era momento errado do mês,

19 vezes – precisavas de te levantar cedo,

9 vezes – não estavas com disposição,

7 vezes – estavas demasiado queimada pelo sol,

6 vezes – ficaste a ver a última sessão na TV,

5 vezes – não quiseste estragar o novo penteado,

3 vezes – disseste que os vizinhos iriam ouvir- nos,

9 vezes – disseste que a tua mãe iria ouvir-nos.

Das 36 vezes que fui bem sucedido, as coisas não correram bem porque:

6 vezes – tu simplesmente estavas ali…

8 vezes – lembraste-me que havia uma racha no candeeiro.

4 vezes – disseste para me apressar ou acabar mesmo à mão.

7 vezes – acordei-te para dizer que tinha terminado.

E uma vez, julguei que te tivesses magoado porque te mexeste.

2 – CARTA PARA O MEU QUERIDO MARIDO:

Penso que estás um pouco confuso, pelas "Se" não conseguiste mais do que as que aconteceram foi porque:

5 vezes – Chegaste a casa bêbado e tentaste comer o gato,

36 vezes – Não chegaste simplesmente a casa,

21 vezes – Não te "vieste",

33 vezes – "Vieste-te" cedo de mais,

19 vezes – Ficou murcha antes de me penetrares,

38 vezes – trabalhaste até tarde,

10 vezes – ficaste com cãibras nos dedos dos pés,

29 vezes – tinhas que te levantar cedo para ir jogar golf,

2 vezes – vinhas de uma briga onde alguém te tinha dado um pontapé nos testículos,

4 vezes – ficou entalado no fecho das calças,

3 vezes – tiveste uma hemorragia e o teu nariz começou a sangrar,

2 vezes – tinhas uma lasca no dedo,

20 vezes – esqueceste a ideia, depois de pensares nisso o dia  inteiro,

6 vezes – vieste-te no pijama enquanto lias um livro erótico,

96 vezes – estavas muito ocupado a ver futebol, Formula 1, etc. na  TV.

Das vezes que o fizemos juntos, o motivo pelo qual fiquei quieta foi  porque não acertaste e estavas a “coisar” os lençóis.  Eu não estava a falar de uma "racha no candeeiro". O que eu perguntei foi  se preferias a "pachacha ou o traseiro"?!!!.

Terapia sexual!

Uma mulher chegou a casa e disse ao marido:    
– Lembras-te das enxaquecas que eu costumava ter toda vez que íamos fazer amor? Estou curada! Não tenho mais dores de cabeça! A minha amiga Elisa indicou-me um terapeuta que me hipnotizou! O médico disse-me para ir para frente do espelho, olhar-me bem e repetir para mim mesma: 
– Não tenho dor de cabeça! 
– Não tenho dor de cabeça! 
– Não tenho dor de cabeça! 
Fiz isso e a dor de cabeça parece que desapareceu! 
O maridinho respondeu. 
– Que maravilha! 
Então a esposa disse: 
– Nos últimos anos tu não andas muito interessado em sexo! Por que é que tu não vais a esse terapeuta e tentas ver se ele te ajuda a ter interesse por sexo novamente? 
O marido concordou, marcou uma consulta e alguns dias depois estava  todo fogoso para uma noite de amor com a esposa. Então foi a correr para a casa e entrou arrancando as roupas e arrastando a esposa para o quarto. Colocou a mulher na cama e disse a ela: 
– Não te mexas que já volto! 
Foi ao wc e voltou logo depois, saltou para a cama e fez amor de uma maneira muito apaixonada como nunca tinha feito com a esposa antes. 
A esposa falou: 
– Carlos foi maravilhoso! Tu nunca me tinhas dado tal prazer! 
O marido disse novamente à esposa: 
– Não saias daí que eu volto já! (foi ao wc e a segunda vez foi muito melhor que a primeira).
A mulher sentou-se na cama, a cabeça girando em êxtase com a experiência. 
O marido disse outra vez: 
– Não saias daqui que eu volto já! (foi ao wc). 
Desta vez a esposa foi silenciosamente atrás dele e quando chegou lá o marido estava a olhar para o espelho e a dizer: 
– Não é minha esposa! 
– Não é minha esposa! 
– Não é minha esposa!
O velório de Carlos será amanhã na capela do cemitério do Santo Amaro, ás 16 horas.

A égua!

Um jovem e fogoso médico abriu consultório numa pequena aldeia alentejana,onde só havia velhos. No primeiro dia começou por atender o Ti Augusto e aproveitou p’ra perguntar:
– Então Ti Augusto, aqui na terra não há meninas???
– Aqui na há nada! Só se for às Sêxtas-Fêras com a Égua ! – Respondeu o Ti Augusto.
Passado algum tempo, já o médico andava a ganir de desejo, quando o Ti Augusto voltou à consulta:
– Então homem, hoje é sexta-feira, como é que é isso da Égua?
– Sendo 3 da tardi, o sôdoutori venha ter comigo à bêra do riacho.
Quando lá chegou, encontrou uma fila enorme de homens, mas ele como era médico, toda gente o deixou passar à frente. Quando viu a Égua, o médico esqueceu os preconceitos e, libertando o desejo reprimido, baixou as calças e montou-se no animal. Ao fim de alguns minutos de relação, o Ti Augusto chega-se ao pé do Médico e diz :
– Sô doutori, ê na queria interrompêri, mas na canse a bichinha, porque ela é que nos vai levari p’ro outro lado do riacho, onde estão as gajas!!!!!

Humor africano!

afrika4       afrika1      afrika5

 africanb     afrika7 afrika2

O transmontano!

A miúda vai à primeira festa da sua vida e, com medo dos avanços 
dos rapazes, pede conselho à mãe:
– Se os rapazes começarem a insistir muito, minha filha, pergunta que nome eles vão dar à criança. Isso vai fazer com que eles desistam.
Assim foi.
No meio de uma dança, um Alentejano diz:
– Vamos para o jardim atrás da piscina, miúda ?
Ela vai, mas quando o moço quer avançar ela pergunta:
– Que nome vamos dar à criança?
O Alentejano olha-a com surpresa, diz que se esqueceu da carteira 
no bar e sai . Uma hora mais tarde repete-se a cena com um tipo de Lisboa. Igualzinho, quando ela pergunta qual será o nome do filho, ele fica de pés frios e vai-se embora.
Chega um Transmontano. Vai com ela para o jardim. Começa com beijinho aqui, beijinho ali, e apalpa-lhe o peito.
Ela pergunta: – Que nome vamos dar à criança?
Ele continua e abre o vestido dela.
– Que nome vamos dar à criança?
Ele pega nos seios dela.
– Que nome vamos dar à criança?
Ele tira-lhe o vestido e as cuecas….e pimba….
– Que nome… ahhh… vamos dar.. ahhhh… à criança?
Ah…Ahhhhhh…Ahhhhhhhhhhhh… – Que nome vamos….. 
não….pares…….dar….. vai.vai…… vaiiiiiiiii…..à criança????
Depois de acabarem, ela pergunta mais uma vez:
– E agora, qual vai ser o nome do nosso filho?
Ele, triunfante, tira devagar o preservativo, levanta-se, olha 
para o alto, dá um nó firme e diz:
– Se ele conseguir sair daqui, vai ser… ‘Macgyver’

Escola educativa!

A professora pergunta aos seus alunos :
– Se existem 5 passarinhos num ramo e vocês atirarem e matarem um, quantos
sobram ?
– Nenhum – responde o Joãozinho.
A professora fica surpresa com a resposta :
– Nenhum ?
– Claro… com o barulho do tiro todos levantam voo !
– Bem, não era essa a resposta que eu esperava, mas gosto da tua  maneira
de pensar !
– E agora, posso fazer-lhe eu uma pergunta ? – Pediu Joãozinho.
– Pode, Joãozinho.
– Estão 3 mulheres sentadas num banco a comer sorvete. Uma está lambendo,
outra está chupando e a terceira está mordendo. Qual delas é a casada ?
A professora fica vermelha, mas responde, timidamente :
– A que está chupando ?
– Não, a casada é a que tem a aliança no dedo, mas eu também gosto da sua
maneira de pensar …

Ao entrar na sala de aula, a professora vê um pénis desenhado no quadro. Sem
perder a compostura, apaga rapidamente o desenho e começa a aula.
No dia seguinte, o mesmo desenho, só que ainda maior. Ela torna a apagá-lo e
não faz nenhum comentário.
No terceiro dia, o desenho já ocupa quase o quadro inteiro ; por baixo ela
lê a seguinte frase :
‘Quanto mais esfregar, mais ele cresce !’

Sexo, álcool…

Ia tão bêbado, tão bêbado que quando fez análises ao sangue… deu JB Positivo!

No consultório, fim de tarde, o médico dá a péssima notícia:
– A senhora tem seis horas de vida.
Desesperada, a mulher corre para casa e conta tudo ao marido.
Os dois resolvem gastar o tempo que resta da vida dela a fazer sexo.
Fazem uma vez, ela pede para repetirem. Fazem de novo, ela pede mais.
Depois da terceira vez, ela quer de novo. E o marido:
– Ah, Maria, chega! Eu tenho que acordar cedo amanhã. Tu não!!!

Dois velhinhos na conversa:
– Você prefere sexo ou o Natal?
– Sexo, claro! Natal há todos os anos, enjoa.

Um gajo, depois da mulher dar à luz 5 gémeos, diz ao médico:
– Tenho um granda canhão!!
O médico responde:
– Tem que o limpar porque nasceram todos pretos!!!

Como trabalho de casa a professora pede para os alunos fazerem uma rima.
No dia seguinte ..
– Diga a sua rima, Joãozinho ?
– Lá vem o canguru com uma flor no cu.
Indignada, a professora manda-o refazer a rima. No fim da aula …
– Joãozinho, diga novamente a sua rima
– Lá vem o canguru com uma flor na bochecha, porque no cu a professora não deixa.

A professora pergunta ao Joãozinho :
– Joãozinho, qual é o tempo verbal da frase : ‘ Isso não podia ter acontecido’ ?
– Preservativo imperfeito, professora !

Pequenas e boas!

Uma formiga a passar a linha do comboio entala um pé, depois de um esforço e a ver o comboio aproximar-se desiste e diz:
– Que se lixe, se descarrilar, descarrilou …

Um tipo chega em casa e encontra um amigo com sua esposa na sua própria cama.
Pega o revólver e mata-o imediatamente.
A esposa irritada comenta:
– Se continuares a comportar-te assim, vais acabar sem nenhum amigo!…

Um menino pergunta à mãe:
– Mãe, donde vêm os meninos?
– É a cegonha que os traz!
– E quem come a cegonha?

O mecânico para a cliente:
– Não consegui afinar os travões, por isso aumentei o som da buzina!

Na prisão, um preso vira-se para o outro, e pergunta:
– Por que é que estás aqui?
– Concorrência comercial.
– Como assim?
– O governo e eu fabricamos notas iguais.

Um gajo chega à beira de uma gaja e diz:
– Estás afim de uma queca mágica?
A gaja pergunta:
– Como é uma queca mágica?
Ele diz:
– É muito simples, dá-mos uma queca e depois tu desapareces.

Sexo dedutível no IRS

Um casal de jovens chega ao consultório de um médico terapeuta sexual.
O médico pergunta: O que posso fazer por vocês?
O rapaz responde: Poderia ver-nos a fazer sexo?
O médico olha espantado, mas concorda.
Quando termina, o médico diz: Não há nada de mal na maneira como fazem sexo. E cobra 70,00 euros pela consulta, o que se repete por várias semanas.
O casal marca um horário, faz sexo sem nenhum problema, paga ao médico e deixa o consultório.
Finalmente o médico resolve perguntar: Afinal, o que estão a tentar descobrir?
E o rapaz responde: Nada. O problema é que ela é casada e não posso ir a casa dela. Também sou casado e ela não pode ir a minha casa. No Hotel Tivoli, um quarto custa 120,00 euros, no Holliday Inn custa 100,00 euros e aqui fazemos sexo por 70,00 euros, temos acompanhamento médico, é passado um atestado, sou reembolsado em 42,00 euros pela Médis e ainda consigo uma restituição do IRS de 19,25 euros.

Que surpresa!!

Existia um casal, cujo casamento se encontrava numa situação nada famosa. Grande parte dos seus desentendimentos era devido a questões sexuais. Quais eram estas questões? O marido gostava, quando tinha relações com a mulher, de a chamar Brigitte Bardot, coisa que ela detestava. A outra questão, era a de o marido lhe querer ir ao cu coisa que ela não deixava. E assim corria a vida deles, cada vez pior. A mulher, que por sinal até gostava do marido, decidiu-se a fazer algo para salvar o casamento. Assim, um dia de manhã, foi a um salão de tatuagens, e, explicando a história ao tatuador, pediu-lhe para ele lhe tatuar um B em cada bochecha do rabo, para o marido pensar na Brigitte Bardot. Feito isto foi para casa. Ao fim da tarde, quando o marido chegou do trabalho, a mulher falou com ele: – “Querido,” – disse ela – “vamos para o quarto que tenho uma surpresa para ti.”. E assim foram. Entraram no quarto, a mulher disse para ele se despir, apagou a luz, despiu-se e disse-lhe para ele lhe ir ao cu à vontade. O marido ficou radiante, e esteve doze horas naquela lufa lufa, a ir-lhe ao cu Quando finalmente não aguentava mais, a mulher virou-se para ele e disse: – “Sabes, querido, ainda tenho mais uma surpresa…” – “Mais uma surpresa ?!? Não sei se vou aguentar…” A mulher levantou-se da cama, acendeu a luz e virou o cu para ele. – “Então, querido, o que achas?” Ao que o marido responde: – “BOB ?!? quem é o BOB?!?”

A fome era tanta!!

Dois homens andavam perdidos e esfomeados no deserto há vários dias, quando finalmente vêem uma casa lá no horizonte. Todos contentes, dirigem-se para a casa e tocam à campaínha. Da porta surge uma velha muito feia que lhes diz prontamente: – Pelo que me parece vocês andam perdidos e esfomeados. Eu tenho muita comida lá dentro, mas ela só é vossa se vocês fizerem amor comigo! Um dos homens diz de imediato: – Não, nunca na vida! O outro pensa um pouco e diz: – Oh, é “pito”, que se lixe… Já no quarto o segundo homem ao olhar o corpo da velha arrepende-se da decisão tomada, mas, vendo uma espiga, começa a foder a velha com a espiga sem esta saber. A velha gritava: – Ai, …nunca tive um homem como tu. Vai e come o que quiseres. O pobre coitado comeu até se fartar até que se lembrou do seu pobre amigo que esperava pacientemente lá fora. Já lá fora diz-lhe: – Ó pá, desculpa lá. É que a fome era tanta que eu me esqueci completamente de ti. – Não faz mal. – Responde o amigo – Sabes, há pouco tempo atiraram pela janela uma espiga quentinha, barrada com manteiga, …ó pá, soube-me tão bem!

Nunca mais é meio-dia!

image001.jpg

A primeira vez do índio…

Um índio foi ao bordel e disse : ‘Índio qué mulhé. Índio tem dinheiro!’ A dona do bordel perguntou: ‘Índio tem experiência? Já fez antes?’ Índio respondeu: – ‘Índio primeira vez.’ A dona do bordel ponderou: – ‘Então, índio vai no mato, procura um buraco numa árvore, aprende como se faz e depois volta aqui.’ Uma semana depois, o índio voltou ao bordel: – ‘Índio qué mulhé. Índio tem dinheiro. Índio já aprendeu.’ A dona do bordel, então, mandou o índio subir para um quarto no qual já estava uma moça à espera dele. O índio subiu, entrou no tal quarto e mandou a mocinha tirar a roupa e ficar de quatro. Depois, pegou um pedaço de pau e começou a bater na bunda dela. Aos gritos, a dita cuja pergunta: – ‘Índio está maluco ? O que você está a fazer?’ Ele responde: – ‘Índio está a ver primeiro se tem abelha no buraco!’

Afinal, o que é o sexo??

– Segundo os médicos é uma doença, porque acaba sempre na cama. – Segundo os advogados é uma injustiça, porque há sempre um que fica por baixo. – Segundo os alentejanos é uma máquina perfeita, porque é a única em que se trabalha deitado. – Segundo os arquitectos é um erro de projecto, porque a área de lazer fica muito próxima da área de saneamento. – Segundo os políticos é um acto de democracia perfeito, porque todos gozam independentemente da posição. – Segundo os economistas é um efeito perverso, porque entra mais do que sai. Às vezes, nem se sabe bem o que é activo, passivo, ou se há valor acrescentado. – Segundo os contabilistas é um exercício perfeito: entra o bruto, faz-se o balanço, tira-se o bruto e fica o líquido. Em alguns casos, pode ainda gerar dividendos. – Segundo os matemáticos é uma equação perfeita. A mulher coloca a unidade entre parênteses, eleva o membro à potência máxima e extrai-lhe o produto, reduzindo-o à sua mínima expressão. – Segundo os psicólogos, é fodido de explicar!!

Dores de cabeça? Aqui vai uma aspirina!!

aspirina.jpg

O sonho de todos os homens!

comando-macho-6240.jpg